2.8.07

Desabafo - 1 de muitos

Cheguei a conclusão que não há como combater a inércia. O troço parado, continua parado aconteça o que acontecer. Esse é o princípio da inércia.

Esse tipo de discussão, sobre política, sobre atitudes a serem tomadas, sobre reação, sobre lutar pelos seus direitos e se mostrar puto com o que anda acontecendo, apesar de ser construtiva (qdo pessoas que entendem o mínimo do assunto debatem), é simplesmente ignorada.

Se houvessem outras pessoas realmente incomodadas com a situação atual do país, se houvesse mais gente antenada com o que está acontecendo, com esse bandalheira safada que tomou o poder, que tenta, dia após dia, acabar de acabar com o Brasil, alguém se manifestaria.

Mas não, não há. A minha dor termina onde começa a sua: cada um com seus problemas. E que se foda! Toca o barco...

Isso aí é o resumo do Brasil. Isso é o que é o país do Carnaval, do samba, do futebol e da cerveja. Um país assolado pela corrupção, pela miséria, pela fome que esse governo jurou que combateria, pelo descaso e por pessoas simplesmente inertes e alheias a tudo isso.

Quando alguém se opõe, nunca arruma aliados. Sempre há o "deixa disso", que prefere calar e consentir. Fingir que não viu...

Zumbis. Somos todos zumbis.
Perdi as esperanças.

Um comentário:

garrafa e mar disse...

"Mas não, não há. A minha dor termina onde começa a sua: cada um com seus problemas. E que se foda! Toca o barco..." zumbis. e tem os q n acordam, ainda dormem. é o q sempre acreditei: o brasileiro n conhece o Brasil e se n conhece, como pode amá-lo?