26.2.08

Importante


Quando escrevi o post abaixo, ainda um pouco abalado pela sensação das sacolas de lixo se enroscando na minha perna, não tinha ligado dois fatos importantíssimos: a enchente e a eleição para prefeito, que acontece esse ano, em outubro.
Conheço muita gente que já está de candidato escolhido e muita gente que não está nem aí. Não no sentido de ter perdido a esperança, como o Marco, por exemplo, mas no sentido de não fazer diferença ter ou não ter eleição.
Teremos candidatos fortes, ao que tudo indica. A briga PT x PSDB vai, mais uma vez, monopolizar o segundo turno e, creio eu, teremos uma final entre Marta Suplício e Geraldo Alckmin, embora não tenha certeza quanto ao "Geraldinho", pois, na minha concepção, é o candidato dos tucanos à presidência da República, em 2010.
Cada um de nós sabe onde aperta o calo. A enchente de ontem, abrange uma área da cidade em que a prefeitura de São Paulo e a de Osasco PRECISAM trabalhar juntas. Não adianta um só fazer porque não dá certo. A água que faz o "riozinho", que já está em Osasco, transbordar vem da V. Piauí, em São Paulo.
Em nada me atingiria a enchente caso eu estivesse em casa. Lá não enche d'água. O máximo que poderia acontecer seria levantar pra trabalhar e ir andando muito devagar pra não escorregar na lama. O problema, além de ser das duas prefeituras, é do povo que tem, vez após vez, a casa tomada pela água agradável que sai do "riozinho".
Tanto em São Paulo como em Osasco, é importante que o povo saiba em quem e porque está votando em tal candidato. Seja lá qual for o partido, o legal é comparar os candidatos. Política não é time de futebol. A gente não pode torcer pro PT, pro PPS, pro DEM ou pro PSDB. A gente tem que torcer para o nosso candidato, para aquele em quem confiamos. Gente suja tem em toda parte, em todo partido.
Eu sei que não quero a Marta Suplício por aqui novamente. É uma desequilibrada, louca. Fala demais, faz de menos... e ainda cobra por isso. Mas isso não quer dizer que quero o Alckmin. São muitos candidatos e são muitos os problemas. É bem capaz que o Kassab se candidate a reeleição. E não é pouco provável que ganhe. Até acho que ele vem fazendo um bom trabalho, mas tem esquecido de alguns problemas fundamentais. Enfim...
Não cabe a mim analisar situação nenhuma. O intuito desse post não é expressar a minha opinião nem saber a de vocês. O voto é secreto, façam o que bem entenderem. O que eu quero que fique implícito aqui é que nós temos sim tudo a ver com a enchente de ontem. Nós escolhemos e nós fiscalizamos. Se não estamos de acordo, cabe a nós mudarmos. Por isso, em outubro, meus caros, cabeça no lugar. Seja lá quem se candidatar, pensem, pesuisem, só de digitar o nome do candidato no Google, um breve histórico estará em suas mãos. Sejamos todos conscientes e tentemos mudar as coisas.
Mais uma vez, só cabe a nós e é sim problema de todos nós.

Post chato, porém, creio eu, oportuno.

-- É bom ver que os comentários estão reaparecendo no blog. Já estava ficando preocupado...

Um comentário:

Fábio disse...

Excelente texto, como de costume.

O duro é as pessoas se conscientizarem de que, SIM, temos tudo a ver com a enchente de ontem. Abraço!