27.6.08

Das manias...

Tenho lido as mesmas notícias sempre. Desconfio que no Brasil, a grande maioria das pessoas sofra de algum vício. Um deles, talvez o pior de todos, é o de imitar os outros.
 
Há um tempo surgiu na TV e nos jornais a notícia de uma mãe que acorrentou as filhas pra elas não usarem mais droga. Se somarmos os casos agora, já estão na casa dos duzentos. E tem variações! Como aquela figurinha prateada do Pelé no álbum da Copa do Mundo...
 
Umas acorrentam pelas pernas, outras pelos braços e outras pelo pescoço! Sob a alegação de "protejer" o filho, mães desesperadas acorrentam seus filhos pelo pescoço mas tem a preocupação de que a corrente seja grande o bastante para ele ter acesso à cozinha, à sala e ao quarto. Brilhante, né!?
 
Tudo bem... mãe é mãe e, ao meu ver, isso é desespero. Mas corrente? Fala sério... O mais intrigante é que vira hit! Assim como a "Égüinha Pocotó" num desses nem tão distantes verões...
 
Vai entender...

Um comentário:

laís D'Andréa disse...

Mas a pior mania recente talvez seja a de dirigir na contramão por vias movimentadas com a desculpa de algum transtorno de personalidade. Ah, por favor... Ou será a de matar bebês? Jogá-los no lixo? As "mulheres-melancias" da vida? Ah, não sei; é tanta bobagem que não consigo classificar.