11.11.08

Rabiscos...

Risquei três palavras e elas ganharam vida. Foram se multiplicando com ritmo, métrica, rima...
 

eu quero mais e quero sóbrio

quero poder ver o que faço

onde chego, o que provoco

 

eu quero mais e quero louco

de qualquer coisa, sentimento

ódio, amor, tesão, desespero

 

eu quero mais e espero tudo

quero viver o inevitável

flertar com o impossível

sonhar com o inefável

 

eu quero mais e quero intenso

intenso como eu fui

intenso como eu sou

intenso como te desejo

Um comentário:

Eliéser Baco disse...

Ae Aldo.. eu demorei mas apareci. rs

que mais ventos tragam a ti o que nos apresenta em palavras meu amigo.

grato pela oportunidade de ler o que lí.