24.10.07

Criação

Hoje ouvi o termo "criado pela avó" novamente. E mais uma vez num tom pejorativo... parei pra pensar e constatei que eu também fui criado pela avó. Sim, minha avó materna morava no apartamento ao lado do de meus pais (meu pai é que sabe o que é isso!) e como sempre tive pais que batalharam pra chegar onde queriam, eu e meus irmãos, depois da escola, passávamos o dia com a minha avó. Vejam bem: apartamento, criado pela avó.
Todo mundo associa esse tipo de criação com "nerds". E não é verdade. Nem eu, nem minha irmã e nem meu irmão somos "nerds". Mesmo porque esse não era o sonho dos meus pais nem da minha avó. A gente tinha liberdade porque tinhamos disciplina. E hoje em dia nós três olhamos pra trás saudosistas... era bom chegar, almoçar, fazer a "lição de casa", brincar lá embaixo com o pessoal do prédio, subir às 19h, tomar banho, assistir a maratona de programas da TV Cultura e, assim que o Heródoto Barbeiro desse "boa noite", ir deitar pra repetir a dose no dia seguinte. Não tenho o que reclamar.
Reclamo hoje... ter vivido tudo isso e sentir muita saudade. Bolinhos de chuva, bolo de fubá, o almoço caseiro, lanche da tarde...
Quando eu fui pra sétima série minha avó mudou pro interior. E desde essa época não sei mais o que eram essas tardes tranqüilas.

Um comentário:

garrafa e mar disse...

inveja.
vivi com minha vó paterna. mas os programas q assistia eram outros:"homem de 6 milhões de dólares", "os 3 patetas" "jornada nas estrelas" ...