1.8.08

Entre Iron Maidens, Angras, Doors e Legiões, encontrei um disco cansado do Caetano Veloso. Uma compilação feita por mim. Só os clássicos mais clássicos de todos. Deixei à postos, à vista de todos para não esquecer de trazer pra cá pra poder desfrutar de uma sexta-feira menos chata e cansativa - pelo menos enquanto eu estiver sentado aqui. Mas não deu certo. Eu esqeuci o disco.

 

Pior que não ter, ou melhor, não poder ouvir as músicas que eu queria, é ficar com elas na cabeça, martelando cada acorde e "doendo, doendo" na lembrança.

 

Tinha a tal da "Luz do sol que a folha traga e traduz em verde novo em folha em graça em vida em força em luz", o tal do papo "qualquer coisa você já tá pra lá de Marrakesh mexe qualquer coisa dentro doida já qualquer coisa doida dentro mexe", a saudosa "menina do anel de lua estrela raio de sol no céu da cidade brilho da lua noite é bem tarde penso em você fico com saudade". Me revoltei.

 

Sapeei o quanto pude por algo novo... mas os acessos aqui foram todos mutilados: não posso sequer ver a tabela do Brasileiro da Série B porque "blacklist default categoria 'Esportes' será bloqueada". Imagina? Tortura. Pouco trampo, muito expediente e o Caetano martelando na minha cabeça "tudo era apenas uma brincadeira e foi crescendo crescendo me absorvendo me vi assim completamente seu".

 

Li uns blogs amigos. O Fábio, do "Meus Pitacos" que está aí na lista ao lado, está indo pra Pequim À TRABALHO cobrir as Olímpiadas com a ESPN Brasil... da hora, né!? Não dá pra deixar nem um "boa sorte" pra ele porque a "blacklist default categoria 'Sites Pessoais' será bloqueada", tesourou os comentários dos blogs. Fala sério!? Transformaram meu ambiente de trabalho num regime semi-aberto - meio-dia tem banho de sol.

 

***

 

Voltando do banho de sol...

 

Fui almoçar num restaurante indiano. Tem dança do ventre... como era de se suspeitar, todo mundo fica babando na barriga da guria e deixa a comida esfriando. Pudera: ela é lindíssima. Sorrisão, olhos simpáticos, uma barriga (se é que aquilo é barriga!) linda, lisinha, um piercing sexy no umbigo e um quadril que pula mais que o Term. Capelinha/Jd. Vaz de Lima. Incrível!

 

Dei azar e sentei de costas pra ela. Mas ela me viu e passou a mesa pra dançar na minha frente. E eu olhava e disfarçava. Como se não bastasse, ela estendeu a mão e me chamou pra dançar! Imaginem agora, amigos, eu, em pleno horário de almoço, de all star vermelho, dançando a dança do ventre? To legal. Se ainda estivesse com duas vodkas e meio energético na cabeça ela ainda estaria lá dançando a dança do ventre... do braço, da perna, do cabelo... vixi!

 

***

Já escrevi o suficiente. Às vezes a gente pensa e repensa algo pra publicar e simplesmente não tem o que dizer. Hoje é um desses dias. Pra quem acessa o blog ávido por leitura significativa, hoje, perdeu a viagem. Ou não... de repente essas passagens no "modo querido diário" sejam interessantes. Fato é que tentei muito escrever algo legal mas não rolou...

 

Estive pensando em falar da ligação entre as músicas do Doors e as ondas cerebrais, mas achei que podia me perder e ia pegar mal... xá pra lá.

Um comentário:

Fábio disse...

Valeu, cara! Acabei de arrumar as malas por aqui - agora o negócio é esperar o domingo chegar e seja o que Deus quiser, hehehe!

E, pô, eu é que tô indo para a China e você que está sendo censurado aí??? Hehehehe, que absurdo! :)

Abraço